h. stabile | news
Designer and architect Henrique Stabile focuses on design innovation by means of technology.
arquitetura, architecture, design, produto, product, interaction, interação, parametric, paramétrico, digital, fabrication, processos, processess, technology, tecnologia, innovation, inovação
18953
page-template,page-template-blog-large-image,page-template-blog-large-image-php,page,page-id-18953,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.3,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

SP Arte 2016

 

 

Dos dias 6 a 10 de abril estaremos com o Deconstruction Zone e Deconstructing Cities na SP Arte em São Paulo, no espaço da Coletivo Amor de Madre.

 

Também vai ter visita guiada dia 8 com o artista Santos Amaury e eu.
“Em uma conversa informal Amaury e Henrique irão apresentar suas mais recentes produções e contar sobre a experiência e a troca entre culturas distantes, apresentando projetos realizados nos últimos dois anos no Eixo, São Paulo – Beijing e Dubai.”

 

SP-Arte/2016
6 a 10 de abril
Horários
Quarta, 6 de abril (Preview para convidados)
Quinta a sábado, 7 a 9 de abril: 13h–21h
Domingo, 10 de abril: 11h–19h
Pavilhão da Bienal
Parque Ibirapuera, portão 3
Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n
São Paulo, Brasil
Estacionamento no Parque com Zona Azul

 

FotosOlivia Yassudo

2
  • Redesign It

Redesign It

 

My homely contribution to this amazing project called Redesign It created by Jaakko Tammela.

In Jaakko’s own words:

“It all started in 2003 with a question: how can we redesign the world?
And since then I’ve been trying to redesign some ideas, some rituals and some solutions that surrounds us. All this experimentation, led me to very simple insight: there is a lot of people trying to change the world so maybe, as a designer, my role should be just to support them, empower them.
That is the main idea of redesignit and it’s projects.”

 

 

Minha singela contribuição para esse projeto incrível chamado Redesign It criado por Jaakko Tammela .

Nas próprias palavras de Jaakko :

“Tudo começou em 2003 com uma pergunta: como é que podemos redesenhar o mundo?
E desde então eu venho tentando reformular algumas idéias , alguns rituais e algumas soluções que nos rodeia. Tudo esta experimentação, levou-me a uma visão muito simples: há um monte de pessoas que tentam mudar o mundo e talvez por isso, como designer, meu papel deve ser apenas de apoiá-los, capacitá-los.
Essa é a idéia principal do redesignit e seus projetos. “

 

 

 

1
  • Sonar Maker Lab crew

Sonar Maker Lab

 

Entre os dias 25 e 28 de Novembro, vamos realizar o espaço Maker Lab no RedBull Station. Ele é parte do Sónar São Paulo, no Sónar +D
Maker Lab by We Fab é um espaço de experimentação maker à disposição de inventores, designers, makers, hackers, start-ups e curiosos durante o Sónar+D. Além de participar de diversos workshops de realidade virtual, fabricação 3D e internet das coisas, você também pode fazer um Maker Tour pelo espaço para saber mais sobre o universo da fabricação digital e “hands-on”.

O lema do movimento maker é “faça você mesmo”, mas isso não significa fazer tudo sozinho. O MakerLab é obra da WE FAB e de seus parceiros, Arnold, CoolHow Creative Lab e Studio dLux.

O Sónar+D é uma conferência internacional voltada à indústria tecnológica, criativa e artística e faz parte da programação do Sónar São Paulo 2015

 

FotoLeonardo Sang

1
  • DCTN zone Parte 2015

Deconstruction Zone Feira Parte 2015

This year’s PARTE is dedicated to the encounter between art and design and will present, first hand in Brazil, the Deconstruction Zone: a partnership between Henrique Stabile and Coletivo Amor de Madre .

Highlight of the Beijing Design Week and Dubai Design Week last month , the interactive installation consists of parts that can be combined in many different ways , leading to different objects: tables, chairs , blocks and a lot more.

Come assemble, disassemble , and of course sit down to rest a bit.

 

Este ano na ÀPARTE, seção da PARTE dedicada ao encontro entre arte e design, você irá conferir em primeira mão no Brasil o Deconstruction Zone, resultado da parceria entre Henrique Stabile e o Coletivo Amor de Madre.

Destaque das semanas de design de Beijing no último mês e Dubai na próxima semana, a instalação interativa é formada por peças que podem ser combinadas e diversas formas, dando origem a diferentes objetos: mesas, cadeiras, blocos, o que mais surgir.

Venha montar, desmontar, e, claro, sentar para descansar um pouco.

 

PARTE Paço das Artes
nov 4 – opening
nov 5 – 8 – open to the public
Av. da Universidade, 1 – USP
São Paulo – Brazil
www.feiraparte.com.br

 

Foto/photo: Coletivo Amor de Madre

1
  • Deconstruction Zone in Dubai

Deconstruction Zone Dubai Design Week 2015

An architect and urban planner, Sao Paulo’s Henrique Stabile dismantles and builds. Interacts and reacts. For Henrique, everything around him is worth a meditation; to reflect, to wreck and all with the aesthetics of deliberation.

Deconstruction Zone is an area provided with a series of furniture pieces that can become different final products. Their final forms and uses alter depending only on the way those pieces are put together, as if like building blocks. The installation invites visitors to build and rebuild their own furniture solutions upon their will and imaginations.

Why not combine pieces of a chair and a table to create a garden?

Henrique Stabile’s Deconstruction Zone promotes cultural exchange, urban experiences and personal interactions in cities.

 

 

Um arquiteto e urbanista de Sao Paulo, Henrique Stabile desmonta e constrói. Interage e reage. Para Henrique, tudo ao seu redor vale a pena uma meditação; para refletir, para destruir porém sempre com a estética da deliberação.

Deconstruction Zone é uma zona provida de uma série de peças de mobiliário, que podem tornar-se diferentes produtos finais. Suas formas e usos finais alteram-se dependendo apenas da maneira como esses pedaços são colocados juntos, como blocos de construir. A instalação convida os visitantes a construir e reconstruir as suas próprias soluções de móveis livremente.

Por que não combinar partes de uma cadeira e uma mesa para criar um jardim?

Deconstruction Zone promove o intercâmbio cultural , experiências urbanas e interações pessoais nas cidades.

 

26 – 31 October | 10am – 9pm
Al Fahidi District

 

Deconstruction Zone on Dubai Design Week 2015 

 

Texto/Text: Cyril Zammit

Fotos/photos: Amaury Santos

1
  • DCTN zone BJDW 2015

Deconstruction Zone Beijing Design Week 2015

I’d like to share with you my newest and biggest project for Coletivo Amor de Madre, it’s called Deconstruction Zone and will be presented next week in Beijing on Beijing Design Week.
It’s a series of CNC cut furniture pieces that can be assembled, almost Lego like, and create different uses and types of furniture. The visitors will be able to detach the pieces from the wall and construct/deconstruct their own furniture.
What do you guys think? Will you come visit me?

 

Pessoal, queria compartilhar com vcs o Deconstruction Zone, meu mais novo projeto para a Coletivo Amor de Madre que será apresentado na semana que vem em Pequim na Beijing Design Week.
É uma série de pedaços de móveis cortados na CNC, que podem ser montados tipo Lego, de várias maneiras, e criando diferentes usos. Os visitantes poderão retirar as peças da parede e construir/desconstruir os seus próprios móveis.
Quero saber a opinião de vcs e também quero que me visitem!!

 

Thank you so much Olivia Yassudo Faria, Natacha Janus and Santos Amaury for the opportunity, I love you!!!

 

Fotos/photos: Amaury Santos

1

Deconstructing Cities short film

Texto por Olivia Yassudo:

Um dia, assim do nada, o Henrique me solta…sabe, eu daria um bom presidiário. Assim, sem mais nem menos. Levantei o olho e encarei ele sem emitir nenhum som e ele continuou. É eu teria bastante tempo para pensar, refletir.

Esse é o Henrique, um cara que veio para desconstruir o estabelecido. Eu por outro lado vim para ajudar os outros a aceitarem seu destino. Aceitar, não é da minha natureza, mas faz parte do meu caminho, e assim sigo aprendendo a aceitar que dói menos, fato.

E foi construindo um projeto lindo, que tinha em sua essência aceitar o momento, viver o aqui e agora, sempre e a toda hora, e como gerar intimidade através da tecnologia, que Henrique chegou, para fazer o que ele sabe de melhor, congelar o momento, somando realidades distintas para construir novas realidades. Henrique deu cor ao nosso discurso, imagem a nossa vontade e fluência a nossa troca, afinal além de tudo ele ainda fala chinês.

Henrique pode tudo. Pode se dar ao luxo de não se preocupar se ele é ou não artista. Se faz ou não design. Reflexões possíveis de um ser que é intrinsicamente livre e que busca a troca contínua com todos aqueles que anseiam em ser livres também. ‪#‎DeconstructingCities‬, é a imagem da liberdade. fragmentos de cidades, somadas para criar uma nova realidade. De troca, sem barreiras, sem medo e onde mora a beleza.

Hoje o mundo comemora com Ai Wei Wei a liberdade. Um artista que teve sua liberdade limitada, por poder demais. Ai Wei Wei, agora com passaporte em mãos, planeja visitar seu filh. Há 4 anos que comunicam-se apenas via Skype. Tecnologia a serviço da intimidade, quebrando fronteiras que o governo havia estabelecido.

Text by Olivia Yassudo:

A project developed by architect and designer Henrique Stabile that welcomes people from all over the World to share their pictures in Instagram to be digitally manipulated by him evoking exchanges between cities and citizens

Exploring the cities details through the lenses of everyone carrying a smartphone or camera that enables the user to share the pictures in the social network can be part of it, as the project is established as an open platform.

The idea behind it is to build new realities by merging different landscapes and architectures, from cities all over the world, rethinking urbanism by deconstructing landscapes in order to blend opposite figures into constructing a new reality.

Specially for BJDW 2014, the project was presented as a live show, where the designer was selecting pictures through the #whenareyou hashtag, joining both Beijing and Sao Paulo, continuing the dialogue that was been discussed through the whole project.

During BJDW The designer discussed new outcomes for urban life improvement, through image manipulation and introduced apps that anyone can free download to deconstruct their own images. During the day, the pictures were printed and available to be exchanged.

Continuing Coletivo Amor de Madre’s interest for creating new commercial relations, none of the pictures were sold, just exchanged by anything anyone was willing to change for, either a cup of coffee, a smile or a good conversation.

0

#deconstructingCITIES na Feira PARTE 2014

O projeto #deconstructingCITIES apresentado na BJDW 2014 será agora apresentado na Feira PARTE 2014 pela galeria Coletivo Amor de Madre.

Outras obras do projeto maior When Are You também estarão a mostra.

 

The #deconstructingCITIES  project presented in BJDW 2014 will now be presented at the Feira PARTE 2014 by Coletivo Amor de Madre gallery.

Other works of the larger project When Are You will also be the show.

 

Foto/photo: Coletivo Amor de Madre

1

#deconstructingCITIES in Beijing

Texto escrito pela curadora do projeto When Are You integrante da BJDW – Beijing Design Week 2014.

Pra explicar melhor, o deconstructingCITIES é um dos 4 projetos integrantes do projeto maior: When Are You?

Estou hospedado no Hutong (bairro/comunidade tradicional da China) de Caochangdi, o mesmo Hutong onde se encontra o famoso escritório de Ai Wei Wei: FAKE Studio.

A Olívia Yassudo escreveu um grande texto, e por ele eu passo a ter certeza de que ela sabe mais que eu do meu próprio trabalho.

 

deConstructing Business


[por Olivia Yassudo]

We came to exchange, but we changed.

We came looking for exchange, but what we found was change.

We came to get lost, but we found ourselves.

We are home. Home and homeless at the same time.

There are no walls. Literally.

There is a roof.

It give us shelter enough for us to relax and save our power to fly high.

There is no limit.

The only thing that tries to limit us are the phone credits, that finish from time to time. But we wont accept it. We just go and buy more credits, cause no one will make us shut up. Yes we talk. We talk a lot. We want to talk. And let me tell you, people here want to listen to what we have to say. Specially what Henrique has to say. And sorry, we don’t want to sound pretensious, but Henrique can say it in chinese.

And it was in chinese that he explained what was limiting him, and I’m pretty sure by now you understood that we are not okay with boundaries. We are free. We set this a long time ago. Art set us free. And it was art that he used as Money to buy himself some phone credits. Art once againg giving people a voice. And Henrique once again deconstructing the cities and citizens behaviour.

 

“Some people came to this World to construct. Others came to deconstruct.”

 

Join us. Merge with us. Let us overlay you while you overlay us.  And who knows what might happen one we merge into one. You just need to tag your Picture with #whenareyou hashtag and it will instantly be transported to our new reality.

Come. Pass by us. Let us sell you some art. Just remember. Due to some issues the world is facing we cannot accept credit cards. But pretty smiles and nice attitudes are always welcome.

Exchange with us. Change with us.

Find yourself. Get Lost.

 

Link para a página do #deconstructingCITIES nos meus trabalhos

Texto/text: Olívia Yassudo

Fotos/photos: Pedrinho Fonseca, Juliana Mattos, Isabela Herig, Letícia Liñeira, Naná Janus.

1